Ninguém virá nos salvar. A verdadeira maravilhosa revolução é intrapessoal e intransferível na vibração do amor incondicional, todos os espíritos, corações e mentes estão interconectados.
Tudo em movimento...

Prisioneiro no virtual mundo paralelo http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/

domingo, 14 de agosto de 2016

Como devo fazer para me safar da Roda do Samsara.


Penso que todas as utopias humanitárias são concessões táticas dentro da estratégia escravista nos aprisionando no labirinto do nada... A Roda do Samsara.

Perceber e compreender faxinando os programas de jogos de memórias escravagistas que estão milenarmente sabotando nossas existências é a nossa única saída... Ninguém virá nos salvar... Nada, religião alguma, lei alguma substituirá a consciente responsabilidade (100%) dos julgamentos, escolhas e decisões de cada um de nós.

"As paixões não estão empurrando, então o mesmo lugar que é Samsara, é Nirvana. O que mudou é a maneira de ver. Você tira os seus olhos, que vêm o Samsara, e troca pelos olhos de Buda, olha com uma mente iluminada e aí aquilo que era Samsara, virou Nirvana. Então Samsara não é um lugar. E Nirvana também não.  
Não dá pra “ir” para o Nirvana. Você muda a si mesmo e aí, este lugar torna-se Nirvana.” 
~ Monge Genshô, em “Sutra do Coração da Sabedoria”, pelo Daissen Zendô http://aumagic.blogspot.com.br/2014/01/o-samsara-nao-e-um-lugar-perambulacao.html

"Como devo fazer para me safar da Roda do Samsara. 

"Tudo bem, dirá o leitor. Mas você ainda não me disse como devo fazer para me safar da Roda do Samsara.
 
É verdade. Por isto, vamos lá. Sair do Samsara é fácil como respirar, mas é concomitantemente tão difícil como voar sem asas. É uma assertiva antagônica, mas é real, clara e objetiva. Se não, vejamos: 
1 – Conforme sentenciou o Rei dos Reis: “O que mata não é o que entra pela boca, mas o que dela sai”. Pronto! Jesus deu a chave mestra para se abrir a porta da Salvação. Fechar a Boca. Não em relação ao alimento carnal, não. Fechar a boca para não dar substância a pensamentos e reações emocionais densas, pesadas, negativas, más. 
2 – Costuma-se dizer que “os olhos são o espelho da alma” e isto é verdadeiro. Mas também é verdade que a palavra é o prenúncio da tempestade. Esta assertiva corresponde àquele dito popular que afirma que “quando um não quer, dois não brigam”. Praticar o SILÊNCIO é um dos passos importantes para o escape ao Samsara. Mas acredite, não é nem um pouco fácil saber silenciar. Tente e estará iniciando o caminho de sua libertação. 
3 – “Vigiai e orai para que o inimigo não vos pegue desprevenido”.Já falei a respeito deste mantra de salvação ditado por Jesus a seus discípulos e, por extensão, a toda a humanidade. Quando Maria Santíssima, o Buda Avalokiteshiwara, apareceu aos três pastorinhos na Gruta da Iria, em Portugal, mandou que as pessoasrezassem o terço. Por que será que orar o terço cristão é tão importante para que o Buda Avalokiteshiwara , na forma da Mãe de Jesus, que Ela realmente foi, viesse insistir em que os povos praticassem este ato religioso? certamente não foi para ratificar a Religião Católica, não. É porque quando se ora, obriga-se a Mente, a mais rebelde forma de manifestação da Alma Mortal que temos, a se domesticar e a se firmar numa única direção: a direção da Divindade. No início a mente se rebela e flutua teimosamente trazendo à recordação, enquanto se pronunciam as palavras mântricas do terço, lembranças as mais disparatadas, buscando assim tergiversar a Mente humana e retirá-la do Caminho. Mas com o passar do tempo, tal e qual acontece quando se pratica halterofilismo, o Corpo Mental se adéqua ao mantra do terço e isto fortalece o Espírito, pois a Mente se torna dominada pela Oração e se curva, finalmente, à adoração do Divino. É por isto que o Evangelismo leva seus praticantes a se perderem do Verdadeiro Caminho. Evangélico não ora. Evangélico nega Maria Santíssima, logo, nega o Buda Avalokiteshiwara, a quem ficou o encargo de Salvar da perdição a Humanidade. Os evangélicos acreditam que cantando hinos de louvor estão adorando a Deus na pessoa de Jesus. Mas cantar hinos em grupo e de modo altissonante pode, no máximo, levar a uma euforia passageira. A oração é o único meio que o Espírito tem  de entrar naquele estado que os japoneses chamam satori e os cristãos chamam beatitude. Jesus não é o Salvador dos humanos. Jesus veio ensinar a Nova Lei e Ele mesmo afirmou isto. E voltará, ao final dos tempos, para levar consigo aqueles que conseguiram vencer o Mâyâ e, acredito eu, entre estes não estarão os evangélicos e tantos outros que renegam a oraçãoNo entanto, não é somente orando o terço cristão que se pode dominar a Mente. Há centenas de mantras búdicos que têm a mesma finalidade e alcançam o mesmo resultado. Só que Maria Santíssima é a figura mais conhecida pela esmagadora maioria da humanidade. Por isto, o Buda Avalokiteshiwara, que encarnou na forma de Míriam (ou Maria) para dar um corpo sagrado e livre do Samsara ao Filho de Deus, como se chama a Jesus, aconselhou rezar o terço, em lugar de sentar, fechar os olhos e emitir milhares de “om padmi hum” como costumam fazer os indianos religiosos. 
4 – Pratique o desapego. Desapego aos valores venais; desapego ao amor mortal (mais corretamente, desejo) do homem para com a mulher; desapego aos bens materiais; desapego ao bem-estar físico, à preguiça; desapego, enfim, à palavra. Não valorize o significado que os vocábulos levam consigo nas mensagens que integram. Insultuosos ou elogiosos, não dê valor a tais significados e não se deixe tocar por eles. Lembre-se do lindíssimo poema “IF” (SE) de R. Kipling. 
5 – Não aja de modo a ferir seu semelhante e não tome por semelhante somente aqueles seres que têm a mesma aparência física que você, humano. São seus semelhantes todos os seres vivos e se assemelham a você não na forma física, mas na essência divina. Não lhes coma as carnes, pois assim deixa de ser um devorador de cadáveres. 
6 – Pratique a continência. Contenha-se no alimentar-se tanto quanto se contenha na emissão de juízos sobre seu próximo. Não minta. Se não puder dizer toda a verdade porque irá ferir alguém fazendo isto, então, silencie e permita que o outro chegue por suas próprias pernas à verdade. Mesmo que isto vá exigir dele uma outra vida de dores e sofrimentos, deixe que siga seu caminho. Satisfaça-se com saber que ao menos você sabe aquela verdade, embora tenha plena consciência que toda verdade humana é somente uma ínfima parcela da Verdade Real. 
7 – Pratique a Humildade. Ser humilde não é ser vil, servil, rastejante. Ser humilde é saber estar acima de tudo satisfeito consigo mesmo e em paz com seu próximo. É agir de conformidade com o fluir do Astral Positivo, isto é, exercitar-se no Amor puro, sem desejos, sem seleção. No Amor à Vida sob qualquer forma em que se manifeste. Amor ao Planeta, pois ele também é um ser vivo, criado por Deus. Ser Humilde é estar em paz com sua Consciência, mesmo que tenha de enfrentar a ira de toda uma nação, como o fez Jesus. 
Com fazer tudo o que acima indico, você estará entrando no caminho certo para safar-se da Roda do Samsara. Bom sucesso em seu esforço eNAMASTÊ!Fonte: https://orisval.wordpress.com/2011/06/18/como-escapar-da-roda-do-samsara/

Na paz da gratidão
Inté!

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Nos dias de hoje todos temos medo


Nos dias de hoje todos temos medo(s)
O MEDO
Essa coisa que nos agrilhoaram no subconsciente para melhor nos escravizarem a alma e o espirito.

Adeus às linguagens.

Há milênios estão aí os verdadeiros parasitas escravistas de almas no comando da governança do planeta. Eles se alimentam da frequência da vibração do MEDO e tudo o que dele decorre. Verdadeiro vampirismo eletromagnético.
Então; como disse alguém um dia desses; "Orai e vigiai."
Meditar profunda/mente é faxinar. Pedir a faxina é dirigir-se à divindade em nós pedindo a faxina. A Divindade é quem limpa. Vai limpando sempre que pedimos - a divindade não faz nada à nossa revelia. As memórias escravagistas é que nos governam à revelia. É só repetir o sinto muito, me perdoe, te amo, sou grato sempre que assaltar a memória que quer a manutenção do apego.

Pedir a limpeza e soltar. Desapegar. Agradecer desde logo. Sem criar expectativas que cancelam o pedido na razão direta da falta de fé.  Não pode duvidar do quântico divino em que estamos todos naufragados. Pede sem vacilar. Já disse alguém por aí; "A tua fé te salvou."

Caros amigos.
Quem já bisbilhotou o Ho'oponopono, ou já experimentou (é porque compreendeu o perdão) um dos métodos mais eficazes para cancelar estas memória que nos fazem apegar principalmente ao que nos assusta, amedronta, escraviza, apavora, desestabiliza, adoece e mata, (lentamente) antes do prazo de validade.

Ninguém merece. Então; aproveitemos as rodas da fortuna que é o que interessa para colocar o parado em movimento. Se queremos diferente temos que fazer diferente.

Se não faxinarmos a roda (da fortuna) quebra e o carro enguiça ou muitas vezes, não pega nem no tranco.  

Quando em permanente faxina só há notícias boas. Mesmo quando pensávamos fossem más. Daí vem a velhíssima frase? "Há males que vem para bem." Mas, vamos ficar patinando na Roda do Samsara se não praticarmos a limpeza ao desapego consciente/mente, com todos os seus ônus faxinadores..., 
"Assim, cada indivíduo é totalmente responsável pela perturbação a que deu origem em função de seus modos de pensar, sentir e agir. 
E se é sua responsabilidade individual somente ele tem o direito e o dever de corrigir o que construiu que perturbou o fluir sereno da corrente astral. Em palavras simples e claras, eis a razão da Lei do Retorno ou da existência da Roda do Samsara."


Espero, me faxinando, estar contribuindo.

Um fraterno abraço a todos os espelhos.
Sinto muito, vos amo, me perdoem, sou grato.

fonte da citação:

Na paz da gratidão
Inté!

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Tô cansado de guerra faz tempo.


Tô cansado de guerra faz tempo. O pessoal por aqui não acorda para a manipulação de suas mentes, corações e corpos na manutenção do belicoso milenar sistema escravista. Participam do jogo. Vivem para os lucrativos golpes e guerras...

Que eu saiba nenhum religioso liderou campanha mundial pela paz contra as guerras; parece que isso não dá dinheiro. O medo dá muito mais.

Acho que já cheguei de costas a este planeta de rara beleza. Penso que vim meio a contra gosto. De onde eu venho não se contraria os mestres. seria uma contradição nos termos. Acatamos suas ponderações para o nosso bem e o bem de todos. Luz é movimento. Sabemos que cada frequência de onda sutil faz bater as asas das borboletas. Faz lagarta virar casulo. Faz o tempo fluir. Faz!

Quando encarnados, as consciências tornam-se mais densas, muitas vezes, muito dolorosas. Quem já saiu do corpo sabe do que estou falando. Quem sai não quer voltar; a não ser que "em missão". 

Faxinarmo-nos é faxinarmos "os cosmos"... Limpar nosso subconsciente desse egoísmo corruptor é a missão de cada um que se reconhece vivo. Tomar consciencia do famoso - quem sou eu? - é a meta. Queiramos ou não, saibamos disso ou não. Este é o propósito vinda aqui.


Orai e vigiai. Não sejamos corruptos. Não sejamos egoístas. O amor não tem oposto. Tenho vivenciado surtos conscientes e inconscientes de "sofrência". É uma das patologias do egoísmo; como dizem por aqui. Para os mais exigentes e eruditos é um tal de estresse pós traumático. Tem horário... Chique não?! Pensam que sou de inox? A louça racha, trinca, bobeou quebra. Aí, se der, vira colado, deixa marcas, cicatrizes... 

Haja faxina. É da hora que acordo até enquanto durmo. Jogo duríssimo... O cara tem que ter saúde para se sair-se bem desses "embates" mais densos na prática da arte de manter-se em movimento consciente. 

Duas cartas do tarot me deram esta certeza hoje 18 de julho. É  uma espécie de repetência da mensagem orientadora quando elas retornam em espaços de tempo muito curto. Penso assim quando me conecto com os meus mestres. Missão é missão e a covardia não salvará "o destino". Apareceu aqui em 09 de julho http://infinitoaldoluiz.blogspot.com.br/2016/07/o-ceifador.html

ECONOMIZANDO ENERGIAS
O 9 de Paus como arcano de conselho para este momento da sua vida recomenda muita economia de forças neste momento, Aldo. Evite se desgastar com problemas que aparecem, imprevistos, não lute contra o obstáculo que ora se impõe. Apenas aquiete a alma e espere que o problema passe por si só. As complicações que surgiram ou surgirão não lhe impedem de obter aquilo que almeja. O que ocorrem são atrasos, empecilhos. Se você se dispuser a tentar e a persistir bastante, obterá a vitória. Apenas aguarde o momento certo. Disciplina, firmeza moral e persistência são as qualidades indispensáveis neste momento. Cultive-as e você perceberá que pode encontrar grande felicidade na espera.
Conselho: Pra que se desgastar? Sente-se e aguarde o momento propício.
A IMPORTÂNCIA DE DEIXAR IR
Cultivar o desapego é um dos conselhos fundamentais dado pelo arcano chamado “O Ceifador”, Aldo. Existem momentos da vida em que somos desafiados a perder cascas, a compreender a importância de caminhar, deixando paisagens para trás. Ainda que isso doa, uma vez que nosso ego se estrutura a partir de apegos e identificações, é a compreensão meditativa de que tudo passa que lhe permitirá seguir caminhando e, enfim, abrir-se ao novo que belamente se introduz em sua vida, pouco a pouco, passo a passo, até que você apareça com a alma totalmente renovada. Procure se interiorizar neste momento, evitando grandes atividades sociais. Faça este contato com o núcleo da sua alma e você entenderá quais são as coisas que precisam ser deixadas para trás. 
Conselho: Viver é perder cascas continuamente!

Não vejo a hora. Ufa! Disseram outras cartas que nestes próximos trinta dias saio deste atoleiro - "estado pastoso" como dizia meu amigo Paulo Pilla. 

Grato pela visita.
Fiquem na paz da gratidão. 
Inté!

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Uma pétala



A alma luminosa de Mara
 se vestia de penugem rosa e suave 
como uma pétala amarela.

Para Mara Regina,
 na paz da gratidão
além da paixão e da razão.

Inté!

terça-feira, 28 de junho de 2016

As frequências que nos levam a vir a ser impecáveis



Por mais vividos os agora infinitos que montam o filme de nossas vidas, por mais divinos e conscientes que sejam os momentos experimentados, sempre, infinitamente, vai faltar ter sido mais, ter feito mais, fazer mais, não julgar mais, continuar crescendo mais, perdoando mais, amando mais, despegando mais, vivendo mais, vibrando mais em todas as frequências que nos levam a vir a ser impecáveis na paz da gratidão. O tal de Karma é isso... Incondicionalmente. Vê se não é?

"O que é Incondicional:
Incondicional é um adjetivo de dois gêneros que classifica alguma coisa que não depende de nenhuma espécie de condições, é o antônimo de condicional. Também significa absoluto, total.
Uma determinada tarefa que deve ser cumprida incondicionalmente, consiste em uma coisa que se é obrigado a fazer independentemente das circunstâncias.
Normalmente, a palavra incondicional é associada com sentimentos positivos como o amor ou compaixão. 
Um sentimento incondicional é um sentimento irrestrito, ou seja, que não pode ser limitado ou restringido.
Da série do treinamento ao amor incondicional.
Onde há Amor não há perdão.
Viemos para "faxinar" nossos divinos e perfeitos espíritos escravizados ao egoísmo; coisa farta, para esta experiencia, neste planeta de rara beleza.

Na paz da gratidão.
Inté!

sexta-feira, 24 de junho de 2016

O "chefão supremo dos coisas ruins" disse que em cima do muro já é o lado dele...



Crenças e escolhas... 
O "chefão supremo dos coisas ruins" disse que em cima do muro já é o lado dele... 


Meditemos mais sobre o nosso "duplo" ego.
(...)"Esses efeitos foram notados tanto na fumaça do cigarro como nas soluções de cigarros eletrônicos que continham nicotina. Entretanto, soluções livres de nicotina também possuem substâncias danosas ao pulmão, como a acroleína. Essa substância, que está presente tanto na solução como no vapor, demonstrou danos ao pulmão ao atacar moléculas que mantém as células endoteliais unidas.
— Os efeitos descritos caracterizam os efeitos de curto prazo. Estudos de efeitos de longo prazo requerem mais investigações, mas esses resultados alertam que a inalação dos cigarros eletrônicos podem estar associados com efeitos diversos na saúde pulmonar — disse Irina Petrache.

(...) "O Ego em sua função básica à natureza humana é a consciência da sobrevivência, é o limite da consciência entre o instinto de doar-se a uma causa ou a uma verdade rígida (Superego)e o da própria sobrevivência humana como indivíduo.
 (...) "ID: O Id é o termo usado para designar uma das três instâncias apresentada na segunda tópica das obras de Freud. Possui equivalência topográfica com o inconsciente da primeira tópica embora, no decorrer da obra de Freud, os dois conceitos: id e inconsciente apresentem sentidos diferenciados.
Constitui o reservatório da energia psíquica, onde se “localizam” as pulsões. Faz parte do aparelho psíquico da psicanálise freudiana de que ainda fazem parte o ego (eu) e o superego (Supereu). (Fonte)

Do treinamento ao amor incondicional.
Onde há Amor não há perdão.
Viemos para "faxinar" nossos divinos e perfeitos espíritos escravizados ao egoísmo; coisa farta, para esta experiencia, neste planeta de rara beleza.

Na paz da gratidão.
Inté!